sexta-feira, 15 de agosto de 2008

A Louca do Rio da Serra


Colega de faculdade, se fez amiga de pronto. O apelido, inevitável: Marta Batata. Parceira de tempo integral, quase dedicação exclusiva; eu que desse mole! Passou a ser agregada lá de casa. Namorou Paulinho, meu irmão, dizem as más linguas que para ficar mais perto de mim. Um grude. Adoro Batata, moramos distantes, eu em Ituberá, ela em Ilhéus mas a paixão permanece, como a dos bons amigos; formava, comigo e Raul, um trio inseparável; até ciúmes das namoradas ela apresentava como sintoma.

Férias de meio de ano, fui pra fazenda e, claro a mala foi junto. No dia seguinte, Batata acordou com as galinhas e saiu para conhecer o terreno, andando sozinha e chegou ao Rio da Serra. Pirou quando viu o rio, que é lindo, e não viu mais ninguem, nem os trabalhadores da fazenda que àquela hora se dirigiam à labuta. Batata, empolgadíssima, pegou um graveto e, com um daqueles vestidões hippies da época saiu correndo, cantando alto e agitando o pau sobre a cabeça. Um saucero! Um acode, vixe, socorro, um empregado agoniado me acordando pra avisar que tinha uma mulher louca querendo pegar os meninos no Rio da Serra. A louca nunca mais foi vista por lá. Devem ter internado.

4 comentários:

Maíra disse...

arararararararararararararararararararararararararararararararararararararararararararararar....
só podia ser amiga sua e de tio Raul !!!!!!!!!!!!!!

maria guimarães sampaio disse...

Já eu me acabei de rir. E quanta saudade! cadê Batata? A gente na festa do Bonfim, eu filmando e Batata entrevistando, todos vocês em torno fazendo aquele auê positivo. Que belezas de entrevistas perdidas, filmadora súper8 sem som! Em uma das entrevistas, do cara subindo a ladeira de joelhos... mas quá! terminamos TODOS aos prantos.
Quanto à foto... você não suplica, você ordena. Diga como quer: a própria cópia, escaner em alta definição ou que eu mande fazer a cópia?

Meninha disse...

Só você para me fazer rir da miséria dos outros, KKKKKKKKKKKK. Beijos

Martha Batata disse...

AH miserave , vc pensa que a "louca " sumiu ????? sumiu não , mas ela tambem se lembra de 2 malucos (mas adoraveis !) com quem , ela ate andou pelas ruas cantando "toma limonada " KKKKKKKKK / eles realmente fazem parte das lembranças magicas que ao serem acionadas levam a um um prazer dificil de ser mensurado ; eu amo vcs muitisssimo e quero a qualquer hora ve-los pra gente matar esta saudade de 20 anos de ausencias ; achei a forma de suas cronicas muito legal , vc devia reuni-las num livro . Eu nem sabia como olhar os blogs , mas aprendi o caminho ! mas não esqueça do meu H . Martha Batata

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas