quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Atenção, meninas!


Hoje estou um aeronauta: nas nuvens. Já li aqui e acolá, tratados, resenhas e textos explicando (?) o que quer o homem ( Pardon, Lacan). O que consegui foi que nós queremos mesmo é um carro! Fazemos tudo para ter carros. Matamos por carros. Traimos por eles. Conseguims até lavá-los, concessão só permitida aos iniciados no gênero. Vocês, mulheres, jamais nos entenderão - fica aqui nossa definitiva vingança. Não se ponham entre nós e nossos carros. Ah! algumas dirão, conheço fulano que tem um carrinho velho, nada poderoso. E quem está falando em poder? Abaixo a velha máxima da relação carro/poder. Passemos à pós- moderna carro/prazer aí talvez vocês se aproximem de nós, e deixem de pensar que gostamos mesmo é de um bom e novo controle remoto. Carro. Gostamos de carro.

Hoje recebi meu carro novo; é semi-novo mas não nos importamos com estes detalhes nada técnicos pois o que nos importa é justamente o quanto ele é tecno, ao contrário das meninas que escolhem nosso objeto pela beleza ou pela economia que fazem! Sonhei minha meia-vida inteira em ter este carro que hoje chega e nem ao menos posso tocá-lo ( no sentido de dirigir). Estou aqui no interior e a loja só o liberou hoje e quem vai pegar é Jango, meu filho. Golpe dos golpes. Nem tento explicar o sofrimento de não estar lá para receber meu carro (semi)novo. Vocês, afinal, jamais entenderiam. Jango, cuidado com meu carro!
.
foto: mitsubishi

9 comentários:

aeronauta disse...

Oh! Parece uma criança a quem Papai Noel deu um carro na noite de Natal: tem que esperar amanhecer pra poder brincar.

vera disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
vera disse...

Eu e João, pensamos em encaminha-lo por mar.Não haviam ferries disponíveis para tal,além do medo de JP :-e se afundar?
Decidimos que iria por terra escoltado pela PM, pela guarda municipal de João(o Henrique),pela guarda pretoriana e ,comandando a tropa: o guarda -livros da aeronauta (Edddiilson?????? é este o nome????)

João Paulo disse...

Papito!o carro é dos deuses,sai para inaugurar com uma ponta(peguete).fomos ver a lua,no alto da ondina(o dinheiro esta curto esse mes)só tinha um probleminha,a ponta estava naqueles dias.mas nao fique agoniado não!!o cara do lava rapido falou que a mancha sai em algumas semanas!!!hehehehe

Meninha disse...

Fantástico! Parabéns pelo texto e pelo carro, claro! Bjjss

Chorik disse...

Ainda bem que tu não aprecias a relação carro/poder, porque um amigo comprou um carrão como o teu pensando em abafar com a mulherada. Mas, confirmando a tua tese, quem baba são os marmanjos.
abraços e parabéns pelo novo xodó.

maria guimarães sampaio disse...

Primaldo, o carro é o da foto? é o que gente letrada poliglota diz ailux e eu leio ilux? Eu que sou surfista possuo um onda fit, quem não tem prancha possui ronda. Amei seu carro novo, estou felicíssima por você estar feliz de automóvel novo. Vivá, vivá! Os bilhetes de Vera e de Jango são arrasantes.

Mãe de Iara disse...

UUMMM bem feito !! Foi dá logo o carro pra Jango !!
Sacanagem pai, comprou um carro que eu jamais poderei dirigir !! Logo eu que jamais, em tempo algum bati um carro seu e nem o de ninguém !! TÔ RETADA

Nilson disse...

Me lembrei do dia em que bati na Paralela o Escort semi-novo, só um ano de usado, recém-adquirido: era 96 e eu não sabia dirigir na capital. Batidinha boba, só afundou um pouco o capô e lenhou com os faróis de milha colocados pelo dono anterior. Fiquei deprimido mesmo o dia todo, e Emília impressionada com isso um tempão. Só agora, lendo o seu texto, é que fui entender o que aconteceu comigo. Então pra que Lacan???

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas