sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Que carro é este?


Um dia meu pai me disse que a gente sabe que está ficando velho quando ganha o primeiro par de chinelos no aniversário. Felizmente ninguem jamais se atreveu a me dar tal presente. Mas os sinais aparecem, e a gente vai se dando conta devagarinho, como a velhice é. Quando o primeiro menino de sinaleira me chamou de tio, tive uma leve desconfiança. Quando uma menina que você joga charme diz que você está ficando um coroa bonitão, é uma derrota. Vontade de ficar mais em casa: patognomônico*! Dizer " no meu tempo...Arghhh!" Outro sinal bárbaro é a chegada de folhetos para viagens de navio: batata! pense naquele navio com as velhinhas americanas com chapéus de flores de plástico!! e você dançando com elas, mandado por um animador! Me poupe.

Hoje tive um. De volta do Shopping onde fui comprar o presente de aniversário de Vera ( é hoje, 12 de setembro) me dei conta que perguntava o tempo todo a Jango: "- que carro é este?" e dele me responder:-"porra, meu pai, você não conhece mais nenhum carro não?" É isso: não conheço mais os carros depois da "abertura dos portos". Só me lembro daqueles básicos das 4 fábricas tradicionais. Quando misturam com os importados...
Outro dia tomei uma baixa da caçula Nana porque chamei uma banda de conjunto. Esta foi forte. Até eu me toquei dois segundos depois mas já era tarde, eu já estava bem mais velho...
PS: me mandem os seus sinais para que eu me atualize e pague mico menor.


*diz-se do sinal ou sintoma cuja presença é suficiente para estabelecer um diagnóstico; foto: cleber rocha

10 comentários:

Marcus Gusmão disse...

Ter que explicar numa roda quem era Bat Masterson. Ser o único a ter na memória a musiquinha: TV Aratu, Canal 4, Salvador meu amor, Bahia. Mas é na língua onde a coisa pesa mais que na balança. Ao dar pressa ao filho, o pai de um colega de escola dos meninos disse com energia: - Vamos, calce logo as alpercatas. E o menino: - Pare de falar inglês comigo!

maria guimarães sampaio disse...

Falar Noviorque; dizer Onda em vez de Ronda (o carro); Incômodo em vez de menstruação (quem fala assim já não fica incomodada há anos tampouco menstrua); ter ficado sentada esperando o "ruído de discar" para o adulto telefonar e não precisar mais esperar ruído porque a TEBASA era uma empresa telefônica "muderna"; todo fim de linha era na Praça da Sé.
Tem mais...
PS - o pior da marca de carro é que a gente esculhambava a mãe quando não sabia (rá rá rá)

Maíra disse...

Vc quer um sinal de que tá ficando velho !!!??? Essa é fácil !!
Daqui à alguns dias tem alguém te chamando de vovô !!!

Nilson disse...

Outro dia, numa roda, o pessoal nunca tinha ouvido falar em Josenel da Itapoã FM, muito menos do seu mote inesquecível: mocinhas!!! (com o c meio fanho, à Lula). Até isso já me pareceu um índice de velhice!

Anônimo disse...

idiotia frente a novas tecnologias tb são sinal de velhice, mas o pior é quando um coroa quer dar em cima das gatinhas e as chama de "tesouro". Que nojo!!!
Lua

Renata Belmonte disse...

Marcus/ Bernardo,
Meu pai me explicou recentemente quem era Bat Masterson! Era um desenho em que o homem andava com uma bengala, não é iso?
Bjs

Judith disse...

Amei os anacronismos do seu post e dos comentários.
Não escapou um!
E vou me mandar daqui antes que deixe meu atestado de velhice também...

Meninha disse...

No dia do seu aniversário (13 de março) você me convidou para fazer uma lasanha. Quando eu cheguei com os ingredientes na sua casa, você me olhou com aquela cara de que estava se perguntando: "o que você veio fazer aqui mesmo?"
À noite você me confessou que não lembrava dejeitonenhum que tinha marcado aquele jantar... KKK
OBS: Tive que contar uma história sua, pois ainda estou novinha...nem te dei netos ainda!

aeronauta disse...

Bernardo, ainda adoro falar "é jóia!" quando acho uma coisa bonita. Gosto das palavras: "radiola", "elepê","papel almaço", etc, etc, etc. Sem contar que amo a palavra "outrora".
Abraços.

Flor do Mel disse...

Chamar a banda de conjunto foi a pior de todas... Lembrei de meu pai... talvez daqui 20 anos eu diga "banda" e meu filho caia na gargalhada...é essa ironia chamada "tempo"!

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas