quinta-feira, 15 de abril de 2010

A palavra é: III


ARROSTAR

Esta vem das Alagoas, Maceió, das mãos de Jana. Penso Assim:

Arrotar alto e prolongado, após ingestão de arroz. Sem cor, mas tem odor azedo, insuportável. Não confundir com ARRESTAR que é uma condição muito própria dos fumantes com enfisema em grau avançado, quer dizer, quando um fumante está arrestado, está é quase morto.
E Ricardo Dib me provoca: o que me diz de
HEBDOMADÁRIO
Esta é fácil por ser tão óbvia. A palavra é amarela, tem som rouco e mau hálito. Refere-se a uma espécie de camelo ( primo em terceiro grau ), velho, desdentado, mas extremamente assanhado. Ganhou este nome ( hebdomadarius camargus) em justíssima homenagem à velha -e não menos assanhada- dama da TV, a apresentadora Hebe.



gravura em naturezahumana.nireblog.com

11 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Arroz especial, tem até arroto próprio: "após ingestão de arroz", até agora estou rindo.

Ricardo Dib disse...

Cara, que explicação extraordinarimente elucidativa!
Só tenho a dizer uma coisa: Meeesstreee!

Abraço.

Maria Muadiê disse...

Bernardo, nada como ter imaginação!!!

Lembro de uma palavra que quando ouvi, tomei susto e fui descobrir o que era. Agora que sei de vez em quando uso e atei já apelidei namorado de amiga.
A palavra é pusilânime.

beijo

Janaina Amado disse...

Adorei! :-)

Cristiano Contreiras disse...

Carissimo, Bernardo

parabéns pela criatividade, conceito e blogs! conheci tudo hoje e gostei, retorno mas me tornarei seguidor, abs

Cristiano Contreiras disse...

Grato pelo retorno e comentário, se quiser seguir meu blog, sinta-se a vontade. abs

I.Moniz Pacheco disse...

Deliciosamente hilário.
Bernardo também é cultura! rs rs rs

Einstein² disse...

Rindo pra me acabar! Super ciativo daí! Amei tudo! Seguindo!
Abração!

Por que você faz poema? disse...

A palavra fascina, de qualquer maneira.

aeronauta disse...

Seu humor é maravilhoso.

Nilson disse...

Afiadíssimo!!!

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas