quarta-feira, 14 de abril de 2010

A palavra é: II



EXEGESE

Chorik entrou na minha viagem e me mandou esta acima. Pois bem, vamos lá.

Trata-se de uma cancela ou porteira, marrom, com som de cancela batedeira, cheiro de madeira velha com betume, que se abre apenas em uma direção: para fora.

A exegese da minha fazenda é mais bonita que a do vizinho. Aliás a dele nem é uma verdadeira exegese, já que se abre nos dois sentidos. Nem sei como se chama uma aberração daquela.


foto do flickr

5 comentários:

Janaina Amado disse...

Comprou uma exegese e nunca mais foi o mesmo.

Ricardo Dib disse...

O que você diria da palavra 'hebdomadário'?

Abraço.

Gerana Damulakis disse...

Que exegese, Bernardo.

Chorik disse...

Sensacional. Nunca mais vou esquecer o que não significa!

Nilson disse...

Depois do Aurélio e do Houaiss, teremos em breve o Bernardo. Beleza de dicionário, meu caro doutor!!!

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas