segunda-feira, 25 de maio de 2009

Lá vem forró!


Pra quem mora no interior (e pra vocês também), chegou o momento: é hora do forró. Atualmente é a festa que mais gosto. Eu, carnavalesco maior, de brincar os quatro dias ( eram quatro!) no Relógio de S. Pedro e quatro noites no Fantoches, há muito abandonei o reinado de Momo. Pipoca não se conforma com camarote.

Agora vem o pior: as festas juninas estão cada vez mais globalizadas no sentido do axé. Aqui em Ituberá, este ano, a grande atração do S.João, pasmem, é a dupla Bruno & Marrone. S. João, festa da cidade, Natal, carnaval, é tudo na base do oxente-music. Ontem vi o cartaz da festa com as outras atrações: forró universitário (?!), forró progressista (?!) e pornoforró. Calçola Preta. Cacau com não sei o que. Chiclete com Banana. Nada com coisa alguma. Forró que é bom mesmo, nada. Inventaram até que o forró de mesmo se chama forró pé de serra. Pra mim forró é forró simplesmente, o resto é que precisa de outro nome pra dizer que é "forró". E olhe que tem um pessoal aí que faz um forrozinho da melhor qualidade. Adorei o show de Adelmário Coelho ano passado que conseguimos pra cantar em Nilo.

É o período que recebo meus amigos e parentes em visita. Se permanecer por aqui, de minha casa ouvirei de longe a dupla que "dormiu na praça, pensando nela". Caso contrário vou arrebanhar todo mundo e me mudar temporariamente para um pé de serra qualquer. Até que venha o S. Pedro do Arrocha.
ilustração: quadro de volpi

11 comentários:

Nilson disse...

Também adoro forró e São João. E vc foi feliz em detectar: por que "pé de serra"? Essa onda de misturar forró com outras coisas é uma merda, e pior é colocar no S. João coisa que nada tem com a festa. Não se trata de purismo, mas esse pessoal tá querendo mesmo é limar o velho espírito junino. Que podia ganhar mais amplitude, sim, com o velho e bom forrobodó. Podíamos fazer uma lista de cidades onde ainda tem São João à base de milho, amendoim, quentão e forró, o autêntico, vulgarmente e ultimamente batizado de "pé de serra". Haverá alguma? Talvez Rio de Contas.

maria guimarães sampaio disse...

Nem me fale, primo. Em 2003 fiz uma agenda de encomenda cuja abertura era sobre as festas em todo o estado da Bahia. Ali, em pesquisa na secretaria de cultura... EU VI OS TRIOS ELÉTRICOS e que tais a invadir o São João. E indo mais atrás, há quantos anos o governo bahiaturcisou o são joão de cachoeira? Creio que até acabar. Nem sei mais dele.
---
Você sabe que "Portugal não foi à guerra, mas também não amedrontou-se, cobriram Portugal com um pano, escreveram: Portugal mudou-se"
Pois, um dia desses escreveremos: A BAHIA MUDOU-SE. Diferentemente de Portugal (guerra acabada Portugal reencontrado) a Bahia perder-se-á para sempre.

Janaina Amado disse...

Festa junina pra mim tem gosto ótimo de infância regada a milho, adoro. Mas desde que voltei pro Nordeste, procuro o tipo de festa junina de que vc. gosta e Nilson descreveu, mas ainda não achei. Só encontrei mega eventos, e detesto isso. Este ano, vou com amigos passar o São João no Recôncavo baiano. Será que lá os Calcinhas e que tais já invadiram também?

Ricardo Dib disse...

Também prefiro o São João tradicional, mesmo não tendo nada contra a quem gosta dessas "variações".
Mas onde encontrar esse forró tradicional hoje em dia??
Me ensina onde é o pé de serra mais próximo... rs.

Abraço.

Viviane Costa disse...

Ave Maria, post com gostinho bom de São João.

Há tempos não participo de uma festa decente, já por não tolerar esses forrós eróticos e hollywoodianos que têm por aí. Deprimente!

Bjs.

Maria Muadiê disse...

Adoro São João!

Meninha disse...

Eu também acho o São João a melhor época e também concordo que deveria ser tocado só forró, mas confesso que estarei lá na primeira fila para ver Bruno e Marrone e limão com Mel. Bjss
Ps. agora que minha casa é maior também recebo meus parentes, os quartos já estão reservados... KKKK

Lidi disse...

Adoro forró, mas também prefiro o autêntico, ou "pé de serra", como dizem, estilo Luiz Gonzaga. Dos forrozeiros atuais gosto muito do Adelmário Coelho e do Flávio José! E que venha o São João! Um abraço.

Luli Facciolla disse...

Se ficar, passo pra dar um beijo entre um licor e outro!
Ou, faremos melhor, convido para um licor, que tal?

Beijos

imonizpacheco disse...

É a festa que mais gosto, milho, amendoim (como todo, sempre procurando o último), canjica, bolo do milho, bolo de aipim e um bom forró. Sem esquecer da fogueira que já pulei muito prá ficar comadre. Fogos lindos... É. Era uma linda festa.
Os comentários de Maria Sampaio são o que há em termos de S.João atual.
Há anos não vou lá na terrinha nessa época, volto muito triste.

aeronauta disse...

Ouvir "dormir na praça pensando nela" já virou, infelizmente, cara de São João (coitado do santo, coitados de nós).

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas