quarta-feira, 30 de junho de 2010

São João de mesmo!




USS. Quantas vezes brincamos com a sigla como sendo Iunaited Steites of Serjaipe? Pois me rendo, dou a mão à palmatória, lavo a boca e queimo a lingua. Passei o São João em Aracaju. Linha Verde, e quando se entra no Estado de Sergipe, tudo muda. A estrada está ótima, sinalização perfeita, pessoas gentilíssimas a dar informação. "Por aqui corta caminho". Uma ponte formidável nos faz chegar agora pelo sul, direto em Atalaia. Atalaia, de tirar o fôlego! quem não conhece, precisa ir pra queimar a lingua também, e a gente banir de vez a piadinha infame que me arrependo de um dia ter repetido. Toda Aracaju está encantadora. Cidade limpa, orla impecável, trânsito possível, restaurantes baratos ( eu e Vera almoçávamos e comíamos feito dois baianos retirantes, com bebida e tudo e a conta não passava de 30! nunca vi isso na vida!!!). E o forró? há de se perguntar. Do bom, pé de serra, do outro lado da rua do hotel. Sanfona, zabumba e triângulo, com musicas de qualidade ( não ouvi nenhum pornoforró). De dia, passeio pela cidade, atravessamos a belíssima ponte que liga a cidade à Barra dos Coqueiros; dá inveja na gente que não tem uma ponte daquela, no lugar do ferry boat fedido. Os mercados visitados, santos adquiridos pra coleção. A unica nota destoante foi um carro com o rabo aberto e o som nas alturas, um axezinho besta; a placa do carro? Alagoinhas, Ba.

fotobucket.com, by tito garcez

7 comentários:

Maria Muadiê disse...

massa!
são joão é uma festa linda
beijo

Chorik disse...

Anotado. Primeiro Bahia, depois Sergipe. Inverno que vem, se Deus quiser.

I.Moniz Pacheco disse...

Estive lá na semana anterior ao S.João no ano passado e tive as mesmas impressões. Tudo limpo, organizado, forró do bom, pessoas alegres, e olhe, voltavamos a pé para o hotel lá pras duas da manhã e não se fala em violência. Voce foi no bar de Dona Doida?

Edu O. disse...

Quem me dera sair de Londres direto para Aracaju, é disso que eu preciso agora. Minha irmã está indo para lá no feriado.

Gerana Damulakis disse...

Fiquei com muita vontade de ir a Sergipe. Outras pessoas me passaram informações semelhantes. Tentador.

aeronauta disse...

Você tem razão: o povo sergipano é de uma cortesia, de uma delicadeza, de uma elegância. Quando fui lá, o que mais me chamou a atenção foi a gentileza dos taxistas. Diferentemente daqui, lá eles são doces, atenciosos e dão sempre o troco. Um taxista daqui um dia desses queria ficar com 5 reais meu de troco. Outro 25. É mole?

Nilson disse...

Adoro Aracaju! Fui andar no parque e me senti na civilização. Assino embaixo do que disseste!

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas