quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Cacete Armado III


Quando botei os olhos, soube que tinha de procurar o proprietário. Bati e me atendeu um homem ainda jovem, que da porta não passou. Sandália japonesa, bermuda estampada com a barra branca. O cabelo tinha o corte Xitãozinho e meio cigarro apagado bem acomodado atrás da orelha. Ficou visivelmente feliz quando demonstrei gostar da pintura da fachada.
-"Eu mesmo pintei; a navalha, os pentes e a tesoura, pintei olhando. O arvoredo, tirei da memória, de meus cadernos de escola".
-" Fiquei pensando em como surgiu o nome..."
-" Filhinho do papai? tem nome mais bonito?"
-" E o movimento? beira de estrada..."
-"Melhorou muito depois que virou buteco".
E eu pensando que seria uma história fascinante...
foto de bernardo, em 09.09.09

9 comentários:

Janaina Amado disse...

Proprietário do buteco 1 x 0 Bernardo.

Lua disse...

E é, gordo!bj

Palatus disse...

Grande Dr., passei aqui para ler mais uma "causo" e dizer que o "notícias do interior" recebeu o "Oscar"...vê lá!

Abrç
Nilson

Palatus disse...

Ah, essa coisa de "Barbearia do filhinho do papi" me soa algo freudiano! Aff. Esquece, deve ser coisa de minhas leituras em linguística e psicanálise...não liga!

Eliana Mara Chiossi disse...

Ah, eu acho uma história ótima... tipo caipira mineiro, que deixa o cara da cidade de "queixo caído"...
Acho bonito ele dizer que pintou uma parte "de memória"...

Abracinhos!

maria guimarães sampaio disse...

Primo, faça o roteiro. Depois dea viagem dadora, a próxima será par4a passear com você em todos esses cacetes. Beijos da Prima

LIRIS LETIERES disse...

sandália "japonesa" é o que há de mais moderno! rsrsrs

Roberto disse...

Cacete armado tem eh aqui!!venha que te mostro uma cacetada!!rssrs...bjao.

Roberto disse...

Tem uma aqui que se chama FIQUE LINDO!!KKKKKKKK...

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas