sábado, 17 de setembro de 2011

Sex, drugs and...


Desde 1972.

Depois de muito tempo, viajamos juntos novamente, com as respectivas. Fizemos planos, muitos como fazíamos quando éramos todos lindos: acordar cedo, andar na praia, dar uns mergulhos, quem sabe no Caitá, beber todas, todos os dias, fumar unzinho e se esbaldar no festival com Vanessa da Mata, Jau e Capital Inicial.
No primeiro dia, tomamos todas, fumei um charuto e apaguei. Quando acordei no dia seguinte, soube que meu compadre me seguiu. Adeus Vanessa, Jau e oscambau. Fomos pro forte ver os barquinhos passando ao largo...Fui embora, que tinha mais o que fazer. Meu compadre ficou por lá, com o discurso de que ao menos o rock'n roll tinha de se salvar!


foto de maíra, no forte do morro de s.paulo, 2011.

4 comentários:

Ana Lavine Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chorik disse...

O que a idade não faz. rs

Nilson disse...

kkkkk. Mas o sonho nunca acaba, ano que vem vcs tentam de novo!! (Adorando a Morte Abjeta!!)

Luciano Fraga disse...

Caro amigo, "faz o que te apetece" e "que a terra nos seja leve..." sempre,sempre, grande Raul, abraço.

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas