segunda-feira, 21 de março de 2011

O primeiro voo




Dou uma esmeralda colombiana a quem conseguir definir o que senti ontem, ao voar pela primeira vez com meu filho pilotando o avião. Me chamou ao aeroporto, entramos num pequeno Tupi e subimos...Salvador, Itaparica, Morro de São Paulo, Valença, Salvador. Alguma turbulência, nuvens de chuva fina na chegada mas nenhum sobressalto. Fiquei orgulhoso e tranquilo em ver como Jango está calmo, disciplinado e atento; tudo que um piloto deve ser. Manobras suaves, pousos perfeitos em Valença e Salvador. Ele ainda tentou se desculpar por algum defeito que não vi, por ter sido a primeira vez dele naquele avião. Eu acho que ele já está pronto.

No fim do voo me lembrei que, pela primeira vez na vida esqueci de rezar antes de uma decolagem. Acho que senti que não ia precisar. Rezei depois, por todos os voos que ele fará em sua vida.

4 comentários:

Maria Muadiê disse...

amém.

Moniz Fiappo disse...

Deve ter sido bom. Eu tenho um medo danado de avião, sobretudo os pequenos, mas com um piloto desses é capaz que eu vá.
Boa sorte pra ele.
Amém.

Edu O. disse...

eu sempre me emociono com seus posts sobre os vôos do menino

Roberto disse...

vala minha Nossa Senhora..!hehehe..bj tio.

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas