segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Gêmeos


Meu compadre Raul, o louco, é minha alma gêmea. Ele diz que ainda vamos ter um caso antes de nossas mortes e eu espero que seja primeira a dele, e ele, a minha. Eu ainda acho que devíamos atravessar o limbo juntos mas aí já seria caso consumado. Ainda por cima as pessoas nos acham parecidos. Até acho alguma semelhança, se fixarmos o olhar sobre a careca insipiente, a minha, e a já instalada, a dele. O buchão é muito parecido: mais flácido, o meu, porque feito de gordura; maior e lustroso, o dele, por estar sempre cheio de merda; "vísceras", se defende.
Depois da formatura, cada um tomou um rumo. Eu fui pra Maracás e depois me estabeleci no Baixo Sul; ele foi pra Barra de São Francisco, nos cafundós do Judas. Mofou uns tempos até ser perseguido por um marido ciumento e veio dar os costados em Cruz das Almas. Chamei pra junto e agora está morando em Ituberá. Já está em Camamu, também. Caso é caso.
Quando chegou em Ituberá, há cerca de sete anos, espalharam que era meu irmão. Ele nunca desmentia, ficava feliz. Muitos nos confundiam mesmo. Um dia de manhãzinha minha filha indo comprar pão, chegou esbaforida:
-" Pai, vá ver tio Raul! tá lá no Dique andando de cueca, com um cachorro amarrado numa cordinha, parecendo um doido!" Nem me dei ao trabalho, já conheço de outros carnavais, saindo de diabo no bloco "As Almas de Quintas" . Aquilo era café pequeno. O pior estava por vir: o buxixo do dia na cidade era: Dr Bernardo, quase nu, andando de madrugada pelas ruas, com um cachorro marrado na mão. Parecia um doido.
Ele ri e nega até a morte que era ele, o safado.
imagem: uol.horoscopo


11 comentários:

Nilson disse...

Pense no lado bom: Raul pode ser seu clone, quebrando o galho por exemplo em uma cerimônia chata, encargo de secretário. O lado ruim é não saber o que ele pode aprontar, fazendo de conta que é Bernardo...

aeronauta disse...

Ô Bernardo, você me faz rir. E isso é tão bom.

miro paternostro disse...

que bom tê-lo de volta, primo

Mãe de Iara disse...

rarararararararararararara!!!! Estou duplamente feliz pai ! Primeiro pela sua volta !! IIUUUPPII
Segundo pq amei o texto !! Sinceramente acho tio Raul o máximo !! adoro às histórias dele !! E quando atende as pessoas nú em pêlo só de guias de candoblé?
Quero deixar uma observação... Fui eu quem viu o maluco passeando semi - nú pelas ruas de Ituberá, tava de cueca de oncinha e meias até o joelho, segurando um cachorro com um pedaço de arame !!!

valter disse...

Bernardo,
com tudo isso e vc ainda arranja um clone?
Alter ego que anda seminú, com um cachorro amarrado por um arame e ainda de cueca de oncinha, meias até o joelho? É demais. Tou me indo, rapaz!
Abraço forte

anjobaldio disse...

Grande Buenas, o Raul da Suzana da velha Cruz das Almas (a cidade das sombras). Aprontamos muitas, que tanta gente então duvida. Depois eu conto algumas. Grande abraço.

vera disse...

Sem falar no armario que o mesmo mantinha quando morava na nossa casa em Ituberá.Meu sonho era passar um dia cavucando o que tinha dentro.Quando Cecilia (hoje ex mulher do dito) foi passar um fim de semana em Ituberá,iniciou um baculejo ;puxou lá de dentro um pacote de 5kg de bala de hortelã e formigas,uma blusa vermelha de lurex,um curvex, uma cinta liga de leopardo(ele deve adorar onças e leopardos),um jarro de suco de plastico no formato de abacaxi,milhares de saquinhos com 2kg de borracha de dinheiro( para uso conjunto)se retou, desistiu chamando ele de maluco.

Meninha disse...

Valeu a pena a espera! Bjss

Jú(liana) disse...

PRECISO URGENTEMENTE CONHECER RAUL!!!!!
BERNARDO ... VC E MARIA PARECEM FICHINHA JUNTO DELE!!!!!
DEIXA MARIA FICAR ZERADA QUE VAMOS AÍ VER VC (JÁ Q VC ÃO DÁ O AR DA GRAÇA P NOS VER!) E EU CONHECER ESSA FIGURAÇA!

Luciano Fraga disse...

Essa é muito boa, o velho Raul é mesmo foda!Abraço.

Chiz disse...

Belo texto. Uma crônica, certo, mas com o tom de primeiro capítulo de um romance. Que também seria belo. E com um título bem doido...

xeudizer:

anotações livres, leves, soltas